• Roseli R. Laranja

Psicoterapia de Casal e ou Familiar


O processo terapêutico na Psicoterapia de Casal e ou Familiar demanda a prática de sessões individuais ou conjunta, respeitando a ética e o sigilo de seus conteúdos, sendo relevante uma investigação por meio de coleta de dados, para compreensão das variáveis existentes em suas histórias de vida pessoal, entender a definição de regras e valores, padrões e escolhas de comunicação e de comportamentos de cada membro. A psicoterapia requer estratégias de técnicas de observação, associação, interpretação e intervenções, respeitando a unicidade de cada um, diante do contexto da singularidade do ser humano, a fim de possibilitar a identificação do padrão de sentimentos e emoções que estão vivenciando, estimular a curiosidade para possibilitar a descoberta de seu potencial criativo na relação e orientar para o exercício de novas formas de comunicação diante da definição de suas tomadas de decisões.

Ao relatar sobre relacionamentos de Casais e Famílias, é relevante orientar a atenção para a complexidade psicofísica do ser humano e sua dinâmica de valores econômicos, culturais, religiosos, sociais e familiares. Participamos ainda de uma sociedade patriarcal constituída em parte por valores rígidos estando em constante processo de mutação, vivenciando as transformações da geração virtual e a competição da modernidade e do capitalismo.

Para auxiliar nessa compreensão devemos aprender a fazer a leitura de entendimento e reconhecimento de cada componente familiar, enquanto “ser individual e singular”, diante de uma convivência social e familiar de dependência e de autonomia de vida respectivamente. Essa dinâmica requer exercícios perceptivos diário da tendência do comportamento do ser humano e de suas necessidades básicas:

De Construção:

– De Aprender

De Criar:

– Copiando – Repetindo – Adaptando – Experenciando

– Passado um Tempo nessa Vivência tende a – Acomodar – Saturar – Incomodar

De Reconstrução:

– Necessidade de Buscar Novas Experiências – De Reeducar, Recriar, Renovar e Readaptar o Apreendido – Acomodar – Saturar

Assim processamos uma repetição comportamental evolutiva ou involutiva onde identificamos que:

Somos Diferentes:

– Entender a “Significância das Diferenças” num relacionamento em sua essência e existência entre o que idealizamos e os desafios de nossa realidade requer uma observação contínua do que somos em termos de – sentimentos, educação, aprendizado, objetivos, valores, potencial criativo, grau de energia, impulsos de vida e de morte, atitudes de ação e reação.

Expectativas de Vida em relação a si mesmo e em relação ao próximo e seus Conflitos entre:

– Anseios e Valores: reflexão dos desejos de família de origem e seus próprios desejos

– Sentimentos de frustração, de desconfiança, de medos, de raiva e de culpa

– Dependência x Independência x Autonomia de Vida

– Sentimentos de Prazer e Desprazer: Sofrimento e Permissão

– Reflexão dos conteúdos de referências de Conceitos e Preconceitos de Comportamentos Adequados e Inadequados

– Conteúdos de Valores Internalizados: por exemplo, qual a significância que tenho de datas comemorativas, do tempo, dos contos de estórias infantis, trabalho, férias, lazer, saúde, etc...

Comunicação e suas Percepções Sensoriais:

– Para possibilitar a compreensão verbal e aprender a interagir com os sentimentos e emoções do seu “EU e do PRÓXIMO”.

–Entender e Reeducar os órgãos do sentido, principalmente para possibilitar o exercício de sentir o próximo enquanto sentimentos e emoções, podendo ainda aprender a, refletir e conduzir num diálogo construtivo em uma via de mão dupla, e assim conter seus impulsos mais primitivos diante das relações de conflitos.

– Desenvolver principalmente o sentido da audição, saber ouvir de forma afetiva, possibilitando a compreensão dos fatos e de como o outro está sentindo a sua vivência para então poder expressar de forma racional estabelecendo um autocontrole dos seus impulsos.

Grau de Competição:

– Grau de Vaidade x Perfeccionismo x Timidez x Orgulho

– Grau de Ambição de Vida

– Entendimento de Espaço e Tempo x Valores e Prioridades

Adaptação a Mudanças:

– Rigidez x Flexibilidade = Passividade x Conformismo x Tolerância

– Ação x Reação = Ter Atitudes

– Noções de Tempo x Espaço

“O pessimista queixa-se do vento, o otimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas.”

-Willian George Ward

#psicoterapia #casal #familiar #artigo #comunicação

0 visualização

ZONA SUL - SP

Av. Bosque da Saúde, 1061 - sala 112

Ed. Stella Offices

Jardim / Vila da Saúde

Contato Whatsapp Psiconergia Clínica | Zona Sul SP